• Lis Haddad

Em processo

Atualizado: 4 de ago. de 2020

olho

Existe há pouco tempo como viúva, há 7 anos na maternidade, há 1 ano e meio na invenção, há 10 meses num amor que (para ele) era de antes; de muito antes… Existe na escola que odiava, no curso de biologia, na filha mais nova, na casa da mãe, como filha mais velha, no jogo de tênis, na dor do nariz quebrado, na falta de sono, na escrita, no desejo de não ser mãe, no medo de não poder sê-la. Existe no atraso, na corrida para aula, no gozo, na falta dele, no corpo que cresce. Existe em Ouro Branco, em Paris, no caminho para a casa que não é sua, na desmontagem dos móveis, nas caixas dos livros, no brinquedo das crianças, na pergunta para a professora, na filosofia, na educação. Existe na história dos pais separados, no caso de 3 meses, no aborto premeditado, no aborto indesejado. Existe na capacidade de falar, na capacidade de ouvir, na não linearidade do tempo, na repetição de histórias, no imprevisível. É pura presença.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo